FutConcelhoTondela
Quinta-feira, 16 de Julho de 2009
Entrevista a Luís Carlos, treinador do EFC
Nome: Luís Carlos Coimbra Pereira
Data de nascimento: 9/10/64
Local de nascimento: Tondela
Altura: 1,86
Peso: 95 kg
Profissão: Empresário
Ano que ingressou na equipa do Escola FC: 1ª Vez 1998-1999 - 2ª Vez Nov de 2008
Anos como treinador: 15 anos
Clube de futebol: Clube Desportivo de Tondela

1- Fale-nos do seu percurso como treinador de futebol.
Clube Desportivo Tondela (Todas as camadas jovens, seniores, adjunto na 3ª e na 2ª Divisão Nacional), Cruzmaltina Lobanense, Carregal do Sal e EFC

2- Gostava de ter uma carreira como treinador profissional? Ou não faz parte dos seus objectivos de vida?
Claro que gostaria, mas esse não é um objectivo primordial…

3- Sabemos que existiu uma fase em que esteve ausente dos campos de futebol. Partilhe esse momento com os leitores do Futebol Viseu. O que sentiu quando voltou ao comando da equipa de Molelinhos?
Não estive assim tanto tempo ausente, (2 anos). Voltar ao Escola? O objectivo era ajudar o grupo a sair da situação em que se encontrava, com o evoluir da época constatei ser muito exigente e também muito gratificante trabalhar com este grupo de meninas.

4- Neste momento, sabemos que a jogadora da equipa do Escola FC mais assídua da Selecção Nacional é a Guarda-Redes Neide Simões. Qual a sua opinião sobre este assunto? A equipa do escola tem outras jogadoras que poderiam representar a equipa das quinas?
A presença da Neide na selecção, mais não é do que o reconhecimento do seu trabalho e da sua enorme capacidade. No entanto confesso o meu relativo (des) conhecimento sobre as outras equipas, mas como treinador do EFC quero o melhor para as minhas atletas, daí achar que outras poderão e deverão ter oportunidade de ser chamadas a representar Portugal, eu tudo farei para que isso aconteça, mas só o muito trabalho e ambição, farão com que consigam alcançar essa meta. Devo sublinhar ainda que o EFC possui no seu grupo 5 internacionais.

5- O que acha do percurso que a Seleccionadora Monica Jorge tem tido até agora?
Estando afastado há algum tempo de futebol feminino não sou um conhecedor profundo do seu trabalho e, neste curto espaço de tempo o meu contacto com ela não tem sido muito, o que posso dizer, é que se está no cargo é porque tem mérito (ver resultados conseguidos) e, que o EFC e a sua equipa técnica, tudo farão para a ajudar na sua caminhada e em tudo contribuirão para a evolução do futebol feminino em Portugal.

6- Qual a sua opinião acerca do Futebol Feminino em Portugal. Sabemos que já treinou o Escola noutras épocas e agora que regressou ao clube, sentiu que o futebol feminino português evoluiu?
A evolução é uma realidade, ainda que na minha modesta opinião poderia e deveria ser mais evidente, mas existe uma grande diferença, para melhor - equipas com muito mais qualidade, principalmente técnica - melhores condições de trabalho e muito, mas muito importante uma maior quantidade de praticantes, acrescentando ainda a existência de algumas escolas de futebol feminino.
Julgo que FPF poderia e deveria fazer um “pouco mais” .

7- Como se encontra a equipa do Escola neste momento? Fale-nos um pouco da equipa mais jovem da primeira divisão.
Estamos de férias, mas já a pensar na próxima época. Quanto á equipa, é jovem mas revela grande carácter, muita personalidade e acima de tudo, um imenso gosto pela modalidade e pelo trabalho, qualidades que me levam a concluir, que esta equipa possui uma enorme margem de progressão, desde que para isso seja apoiada.

8- Não podiamos deixar de perguntar, pois claro, a sua opinião como treinador acerca da prestação da equipa do Escola FC no campeonato. Como descreve a fantástica recuperação da equipa na última volta do campeonato onde a Escola vence quase todos os jogos conseguindo manter-se na primeira divisão?
Quando entrei em Novembro ultimo, estávamos em ultimo lugar com 12 pontos de desvantagem para o penúltimo, o objectivo era não descer de divisão. O meu trabalho foi reunir “as tropas” fazer-lhes ver que a qualidade estava presente e que o segredo passava pela união, pela coesão e principalmente pela amizade e alegria dentro de campo.
O mote estava dado, o grupo uniu-se e até ao final, em 15 jogos, (incluindo os 5 jogos da taça de Portugal), apenas perdeu 2 jogos com o 1ª de Dezembro, campeão nacional sem derrotas. A minha “vitória”, foi constatar que todo o esforço realizado pelas atletas, foi recompensado com a manutenção e com a conquista da taça de Portugal. Não esquecendo que por trás, estiveram muitos outros que fazendo parte do grupo, em muito contribuíram para o êxito alcançado.


9- Para além da fantástica recuperação que tiveram no campeonato, trouxeram para Molelinhos (Tondela) a Taça de Portugal e, pelo que chegou até nós, a equipa foi recebida com muito entusiasmo. Acha que os vossos esforços foram reconhecidos?
Foram. A AFV, o concelho de Tondela principalmente através da Câmara Municipal que nos recebeu nos passos do Concelho, atribuindo ao clube a medalha de mérito, fizeram-nos sentir que o feito conseguido, era um marco histórico no futebol concelhio e distrital.

10- Quais os objectivos para a próxima época? A equipa do Escola tem capacidade para enfrentar equipas como o 1ª Dezembro, Boavista (entre outras) e lutar pelo primeiro lugar da próxima época?
Fazer toda uma segunda volta com apenas 2 derrotas tangenciais com o campeão nacional, e ganhar a taça de Portugal, trouxeram para grupo uma responsabilidade acrescida. Se a esta responsabilidade juntarmos a nossa ambição, o que podemos prometer é lutar e trabalhar para conseguir os melhores resultados, sem querer com isto dizer que vamos ganhar o que quer que seja. Que vamos trabalhar, isso vamos mas como diria o “outro” – prognósticos só no final.

11- Gostariamos que deixasse algumas palavras sobre o Futebol Feminino e sobre a equipa do Escola aos nossos leitores.

Alguém com responsabilidades na FIFA (o seu Presidente), afirmava há alguns anos atrás, que em 2010, o futebol feminino estaria a ombrear com o futebol masculino, ora, todos sabemos que isso não será verdade, mas a evolução registada leva-me a pensar que em Portugal poderá atingir um outro nível, com mais alguns anos de trabalho.
A equipa do EFC estará empenhada nessa evolução, e sempre disponível para acolher todos os que quiserem juntar-se a esta cruzada.
– Aproveito para divulgar que o EFC irá constituir a sua escola de formação de futebol feminino (idades entre os 8 e os 17 anos) e que todas as quiserem juntar-se a nós, basta contactar-nos através do site do clube escolafc.com, e muita atenção - é gratuito.

Obrigado pela vossa solicitação e continuem a divulgar o trabalho desta “malta”, que elas bem merecem.
                                                                     Luís Carlos

Agradecemos a amabilidade em responder a estas questões!
O Blog Futebol Viseu deseja-lhe as maiores felicidades e muitos sucessos desportivos!

Saudações desportivas

Fonte:Futebol Viseu


publicado por fut11concelhotondela às 20:08
link do post | COMENTAR | favorito
|

Image Hosted by ImageShack.us ONLINE Free Counter
Free Counter
Pesquisa no Fut....
 
LINKS/ENDEREÇOS FUT
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


FUT CBox
POSTS RECENTES

Jogos de Preparação - Equ...

CA MOLELOS 4-3 Campia

Tondela acolhe Selecção.....

Torneio Quadrangular este...

Besteiros F. C. - Noventa...

Portugal Vs Brasil em Ton...

Jogos de Preparação - Equ...

CD TONDELA 2-0 CD Mafra

90º Aniversário

(Extra Fut) - PORTUGAL

Comunicado C.A. Molelos

Nacional I Divisão Femini...

II Divisão Nacional - Zon...

Mercado de Transferência ...

Entrevista ao Presidente ...

Dicionário Pt.
Alerta
Música
Fut11concelhotondela - PERFIL
ARQUIVOS DO FUT
Contacto Blog:
futconcelhotondela @hotmail.com
blogs SAPO
RSS